Viagra (Azulzinho) – Como Funciona, Efeitos Colaterais e em Qual Momento Usar?

0
3817

O Viagra é um medicamento composto de sildenafil   utilizado para tratar disfunção erétil e impotência. As substâncias funcionam no corpo inibindo o PDE-5 que faz com que os hormônios sexuais masculinos estimulem a circulação. Na prática, ele é um dos melhores métodos para garantir ereções duradouras e também um dos métodos mais perigosos.

Os efeitos colaterais do viagra, conhecido popularmente como um comprimido azul, são motivos de discussão no universo masculino de longa data. Entre suas principais consequências negativas estão o aceleramento do coração, falta de sensibilidade no pênis e aumento da pressão arterial.

Confira aqui todos os detalhes sobre o uso, perigosos e as verdades sobre o famoso azulzinho.

Como funciona o azulzinho

 

A ereção acontece porque esse remédio provoca a dilatação dos vasos sanguíneos do pênis  ao mesmo tempo que aumenta a pressão arterial. Na prática ele permite que o órgão se encha com mais volume de sangue, o que provoca ereções mais duras e longas em grande potência.

Quanto tempo dura o efeito?

O efeito do Viagra geralmente demora entre 30 minutos à 1 hora, depende de organismo para organismo. Lembre-se que em caso de tomar mais de um comprido, poderá sofrer com os efeitos colaterais do remédio e sua receita.

O efeito do Viagra pode variar de acordo com as especificidades do  organismo de cada pessoa. O máximo de funcionamento é de oito horas consecutivas com o consumo de uma pílula.

Como a pílula também aumenta o libido, faz com que o homem permaneça sexualmente excitado e disposto para realizar qualquer atividade. A medicação é frequentemente utilizada por atores pornôs quem têm a obrigação profissional de garantir ereções duras e longas.

No entanto, não é recomendado o uso do medicamento para fins comuns e para quem não é diagnosticado com nenhum tipo de disfunção erétil ou impotência sexual.

Funciona mesmo? Terei um melhor desempenho?

O Viagra garante ereções para o homem, no entanto, isso não significa necessariamente a melhoria direta do desempenho sexual. Muitos homens relatam a perda de sensibilidade no pênis durante a penetração como um efeito colateral do uso da medicação.

Na prática, isso pode tornar a relação tediosa e apática. A perda de emoção na hora do sexo, traz efeitos sobre a performance do sujeito – que tem muito mais a ver com o envolvimento e sensação de prazer do que com a capacidade de ereção propriamente dita.

Quer entender melhor sobre as verdades de como ter prazer e garantir satisfação na cama? Então leia aqui o que as mulheres pensam sobre o pênis e desvende muitos mitos.

Quando fazer uso deste medicamento

comprimido viagraUm dos maiores medos dentro do universo masculino é o de não conseguir satisfazer uma mulher sexualmente ou então sofrer de disfunção erétil, impotência sexual ou ejaculação precoce (confira aqui a diferença entre cada um dos problemas e faça seu diagnóstico).

Como o Viagra é um medicamento com muitos riscos para a saúde só é recomendado para casos extremos – como em que o pênis não consegue ter nenhuma ereção. Aina assim, o consumo é preciso ser espaçado para garantir as mínimas probabilidades de acometimento pelos efeitos colaterais.

No mercado existe várias outras possibilidades 100% naturais e sem efeitos colaterais que podem garantir melhorias significativas do desempenho sexual masculino.

Para cada situação é possível incluir o uso de suplementos que mantém os fatores propícios para aumentar o libido e melhorar a performance que substituem o “azulzinho” com segurança.

Como tomar

A dose ideal recomendada do Viagra é de 50 mg ao dia.  Nas farmácias o medicamento é vendido em comprimidos azuis de 25 mg cada um, ou seja, não deve-se ultrapassar o uso de duas cápsulas diárias para garantir a estimulação sexual e prevenir a impotência.

Você pode e deverá tomá-lo uma hora antes de iniciar o ato sexual e engoli-lo sem mastigar com a ajuda de um pouco de água, não seja imprudente na quantidade indicada, é apena em uma dose.

O “azulzinho” só será eficiente quando você for sexualmente estimulado, ou seja, não tem efeito imediato, é preciso que aconteça um clima para que os vasos sanguíneos se encham de sangue e consigam provocar o efeito de estimulação sexual. Além disso, você estará mais propícios aos estímulos devido ao aumento de libido.

Se você ingeri-lo após uma refeição abundante, o efeito do Viagra poderá ser retardado, sendo assim, você ganhará um pouco mais de tempo da cama. É importante também que você não faça consumo de bebidas alcoólicas juntamente com o medicamento, afinal, isso pode aumentar as chances e gravidade dos efeitos colaterais – principalmente os que acometem o sistema nervoso central e coração.

como tomar viagra

Efeitos Colaterais do Viagra

Infelizmente, tomar o Viagra Sildenafil não é sinônimo de alegria. Da mesma forma que outros remédios, o Viagra possui uma lista perigosa de efeitos colaterais. O envolvimento de homens com ataques cardíacos é antigo, principalmente para aqueles que abusam das doses.

Na bula oficial do Viagra (citrato de Sildenafila) constam as seguintes possibilidades de complicações:

  • Dor de cabeça
  • Pressão no peito
  • Visão turva
  • Aumento de sensibilidade ocular à luz
  • Palpitação no peito
  • Rinite
  • Congestão nasal
  • Distúrbios gastrointestinais
  • Reações alérgicas
  • Suor frio
  • Vômito
  • Perda de sensibilidade no pênis

Apesar do Viagra estar muito relacionado com a possibilidade de acometimento por infarto cardíaco, os estudos da Pfizer (indústria farmacêutica desenvolvedora do produto) alega que as chances são as mesmas já existentes para os que tomaram Placebo.

Por isso, jamais deixe de conversar com o seu médico antes de iniciar um tratamento com esse medicamento para que os resultados não sejam negativos podendo até prejudicar a sua saúde, ele é muito mais grave do que as dores de cabeça, assim como os medicamentos genéricos.

É importante também que nunca, em hipótese alguma você tome mais do que o recomendando ou sem necessidade, isso pode causar sérios danos a sua saúde.

Um comprimido de Viagra é o suficiente para uma ereção duradoura e satisfatória, desde que haja o estimulo sexual. Dessa maneira o seu aproveitamento será super saudável.

Confira aqui as informações da bula oficial em pdf

Riscos e contraindicações

O Viagra, apesar de ser útil para muitos homens, é um remédio contraindicado para:

  • Mulheres, principalmente as que estejam grávidas ou amamentando;
  • Menores de 18 anos;
  • Pessoas hipersensíveis e também pacientes que fazem tratamento com fórmulas que contenham nitratos ou óxido nítrico, pois poderá aumentar os efeitos do hipotensor dos nitratos;
  • Homens que possuam problemas graves do fígado ou do coração;
  • Homens que possuem alergia a alguma substância na composição do Viagra, como o Sildenafil;
  • Pessoas com pressão arterial baixa, que tenha sofrido ataque do coração ou um acidente isquêmico recentemente.

Se você se encaixa em um ou mais desses tópicos acima, este medicamento é contra indicado, é bom não tomar Viagra ou genéricos “azulzinho”, isso é prejudicial à saúde. Procure um médico especialista para ver como poderá resolver o seu problema de disfunção erétil.

Jamais faça a automedicação e sempre consulte um médico diante das dúvidas que estejam relacionadas à sua saúde. Nunca deixe de fazer os exames periódicos para manter o seu organismo em dia e a sua saúde também. Consulte seu médico antes de realizar o início de qualquer procedimento e não tome Viagra se você não tiver problemas eretivos.

A disfunção erétil pode acontecer por vários motivos, como por exemplo, preocupação no trabalho. Analise se não há nada que esteja de deixando estressado ou se existe outra maneira de solucionar o problema antes de começar o tratamento com o Viagra.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here