Me descobri bissexual: e agora?

Definindo de modo curto e rápido, a bissexualidade é uma orientação sexual em que uma pessoa sente atração física por ambos os sexos. Entre todas as orientações sexuais, a bissexualidade é ainda a menos problematizada e comentada – razão pelo qual muitos indivíduos ainda não entendem este conceito e como ele pode estar mais atrelado em suas vidas do que imaginam.

Você pode ser uma pessoa bissexual – e essa dúvida pode ter cruzado sua mente várias vezes. Isso pode gerar conflitos internos tanto para você como para seu companheira, seja ela sexual ou marital. Para tentar ajudar, hoje você vai ficar sabendo sobre:

  1. Como saber se você é bissexual,
  2. Dicas para descobrir sua bissexualidade,
  3. Dificuldades e preconceitos,
  4. Como superar o medo de ser bissexual.

O que importa é ser feliz e satisfeito com a própria sexualidade.

Bissexual: será que sou mesmo?

Muitos homens acabam passando por momentos em que questionam-se sobre sua sexualidade – é preciso entender que não existem regras ou conceitos definidos ou que são inalterados: eles podem se transformar com o tempo.

É claro que grande parte destes homens podem não saber como lidar com a descoberta de novas sensações e vontades sexuais. Sentir atração, vontades e desejos por pessoas do mesmo sexo e do oposto não é crime, não é algo ilegal, não é pecado.

Você pode e tem direito de sentir e amar quem você quiser.

Se você acredita que pode ser bissexual e quer ter certeza de uma vez disso, veja alguns sinais clássicos desta orientação sexual:

  • Mesmo estando em um relacionamento com uma pessoa do sexo oposto (mulher), você se sente atraída por pessoas do mesmo sexo (outros homens).

Você pensa em homens com frequência e pode até ter passado por sua cabeça que é um desejo e nada mais. Você se depara com um homem atraente e acaba ficando um pouco tenso, a visão dele te incomoda de alguma forma.

Você pode até dizer que sente algo por homens que não consegue explicar.

  • Você não se sente completo, mesmo estando em um relacionamento:

Você acredita que está faltando alguma coisa, que gostaria de tentar algo diferente.

Essa “falta” pode ser sanada através de um simples carinho ou uma experiência com o alguém do mesmo sexo, afinal você já sente atração mesmo.

  • Paixonites pelos dois sexos:

Algo muito comum em quem é bissexual é sentir aquelas paixonites, também conhecidas popularmente como “crush”, por homens e mulheres.

Você pode passar por algum momento em que está a fim de um homem, mas estar encantada por uma mulher.

  • Você curte ver filmes pornôs do seu sexo:

Hoje em dia, ver filme pornográfico virou uma atividade normal tanto para homens como para mulheres.

Você pode quitar sua curiosidade e passar um bom tempo assistindo filmes com um casal de homens e isso lhe agradou – e muito. O mesmo pode acontecer com os mulheres, caso elas se sintam à vontade assistindo filmes somente com mulheres.

  • Você se atrai pelas características e corpo das pessoas do mesmo sexo e do sexo oposto:

Uma pessoa bissexual irá sentir atração física pelo sexo masculino e pelo sexo feminino.

Por isso, se você repara tanto em aspectos físicos das mulheres (como seios e bunda, por exemplo) como dos homens (abdômen e volume entre as pernas, por exemplo), saiba que este é um “sintoma” extremamente comum para definir sua bissexualidade.

  • Tem curiosidade sobre como uma relação com o mesmo sexo funciona:

Este é um sinal muito óbvio em pessoas bissexuais. Você já se pegou imaginando como seria se relacionar com outro homem, tem certos fetiches com o sexo oposto e com seu e sente interesse em tentar.

Você acaba percebendo que existe um turbilhão de sentimentos dentro de você. A dica mais concreta a ser dada, mesmo após a listagem dos sinais que você pode ser bissexual, é tentar experimentar uma relação com alguém do mesmo sexo e perceber como o seu corpo corresponde aos sentimentos para com homens e mulheres.

Deixar de viver isso é o mesmo que não dar uma chance de descobrir o que você realmente é.

Bissexualidade na sociedade: Mitos e Preconceitos

Como uma pessoa bissexual, você irá enfrentar dificuldades e preconceitos, pois infelizmente vivemos em uma sociedade que julga demais e crê que diferenças não devem ser aceitas, mesmo que sua escolha não afete a vida de ninguém, mesmo que ela não interesse a mais ninguém.

Tratando-se da bissexualidade, podemos encontrar muitas pessoas tratando esta orientação sexual como “coisa de pessoa indecisa”, de quem “ainda está em cima do muro”. Mas, espera aí. Não é bem por aí.

A bissexualidade não é uma indecisão sobre qual sexo atrai mais uma pessoa.

A bissexualidade é o interesse sexual pelos dois sexos – não é qualquer desvio de comportamento, não é uma experiência isolada ou uma forma de chamar a atenção.

Uma pessoa bissexual descobriu-se com essa orientação sexual através do autoconhecimento e da própria aceitação.

Curiosamente, você pode ainda passar por situações de preconceito justamente por pessoas homossexuais e homossexuais.

Para enfrentar seus medos perante sua orientação sexual, procure:

  • Ter confiança,
  • Lembrar-se que ninguém pode julgar pelo que você é,
  • Não mude por outras pessoas.

Amar a si própria é o ponto mais importante de sua vida. Nunca duvide de si mesmo, não se deixe afetar pelo que os outros digam, não deixe que os outros lhe impeçam de ser e de fazer o que você quer!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO